Cesta Verde garante renda no campo e alimento para famílias de programas sociais

Cesta Verde garante renda no campo e alimento para famílias de programas sociais

Por: Capital 95 | 2024-01-25


Famílias beneficiárias de programas sociais mantidos pela Prefeitura de Sidrolândia, sob a organização da Seas (Secretaria Municipal de Assistência Social) e suporte da Sederma (Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente), já estão recebendo a Cesta Verde, com produtos da agricultura familiar cultivados em assentamentos do município.

A ação é viabilizada através da Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), com Projeto de CPR – Compra com Doação Simultânea (CDS), que utiliza recursos do Governo Federal e direciona ao PAA (Programa de Aquisição de Alimentos).

No dia 17 desde mês, a primeira entrega foi para 47 famílias cadastradas no Cras Cascatinha, enquanto que ontem (24) foi a vez de 30 famílias listadas no Cras São Bento. A próxima distribuição será no dia 31, quarta-feira, para beneficiários cadastrados no Cras Jandaia.


Sederma transporta produção em ponto de encontro dos produtores do assentamento Nazareth

Os produtos fornecidos no Cras São Bento saíram de lotes do assentamento Nazareth, de 12 famílias que integram a Associação de Com. e Prestação de Serviços das Famílias Moradoras do Assentamento P.A Nazareth do Município de Sidrolândia-MS.

- Já é a segunda entrega que fazemos neste ano, para nós é uma satisfação enorme, porque vem resolver não só o nosso problema aqui de adquirir renda, mas também atende as famílias que passam por algumas privações – disse João Batista, produtor e presidente da entidade comunitária.

A Sederma está encarregada de viabilizar a chegada dos produtos até as unidades dos Cras, que posteriormente fazem a triagem e a entrega aos beneficiários.


Ao receber da Sederma a produção, equipe do Cras organiza a banca para a retirada pelas famílias beneficiárias 

O servidor designado pela Pasta do Desenvolvimento Rural para o transporte, destacou a importância do envolvimento da Prefeitura para o funcionamento do programa, desde o auxílio aos produtores até a entrega às famílias.

- Toda semana nós estamos aqui no assentamento Nazareth, auxiliando os produtores com o transporte dessa produção até os Cras, onde eles fazem a distribuição para as famílias cadastradas – ressaltou o servidor Marcelo Destro.

Com a coleta e o transporte no período da manhã, à tarde a equipe do Cras São Bento organizou os produtos, e logo as 30 famílias cadastradas compareceram para buscar os itens e levar pra casa.


Cestas Verdes são adquiridas junto aos assentamentos 

- Hoje eu recebi essa Cesta Verde que ajuda muito a gente, só temos que agradecer por este benefício que a gente tá recebendo, porque é muito bom pra saúde da gente, e economiza o 'dinheirinho' da gente no dia a dia. Faz uns três anos que eu recebo – afirmou dona Maria Graciolina de Souza, viúva, que mora com o filho, nora e quatro netos.

A participação da Seas e equipes dos Cras é muito importante para o funcionamento desta política pública.

- No momento estamos atendendo de 30 a 50 famílias que estão em situação de insegurança alimentar e alguma situação de vulnerabilidade. Nós recebemos a Cesta Verde (de uma a duas vezes, dependendo da quantidade de dias do mês) – explicou Elisandra Darago, coordenadora do Cras São Bento. Ela informou que no ano de 2023, foram distribuídas 251 cestas para 251 famílias, somente do território do Cras São Bento.


Em 2023 foram investidos quase R$ 300 mil na aquisição da produção nos assentamentos para a Cesta Verde

A vereadora Joana Michalski, que é assistente social concursada e lotada na Seas, participou desde o início do Programa em Sidrolândia, acompanhando tanto produtores quanto beneficiários.

- Vejo o PAA Cesta Verde de uma importância ímpar no município, mas principalmente no desenvolvimento econômico, na vida e no dia a dia dos pequenos produtores da agricultura familiar, que conseguem obter uma renda na oferta de sua produção que é destinada as famílias que encontram-se em vulnerabilidade social  – destacou Joana.

Para a secretária Aletânia Ramires Gomes, a participação da equipe técnica da Administração Municipal que atua na pasta da Assistência Social, contribui para o sucesso do projeto da Cesta Verde.

- Para nós da política de Assistência Social a nossa maior satisfação é saber que nossas famílias estão consumindo alimentos de qualidade, que são produzidos pela agricultura familiar, é uma parceria que da muito certo entre o campo e a cidade – pontou Aletânia.   

A prefeita Vanda Camilo avalia o programa como positivo, já que contempla muitas famílias de Sidrolândia. Ela acompanha os relatórios apresentados regularmente pelos secretários Aletânia Ramires Gomes (Seas) e Edno Ribas (Sederma).   

O PAA

É um programa por meio do qual o Governo Federal compra alimentos produzidos pela agricultura familiar e os destina gratuitamente para pessoas que não têm acesso à alimentação adequada e saudável e àquelas atendidas pela rede da assistência social, por meio dos equipamentos públicos de segurança alimentar e nutricional, pela rede pública e filantrópica de ensino e pelas redes públicas de saúde e justiça.

Participação da Prefeitura e suas Secretarias

A Sederma realiza todas as orientações aos produtores de agricultara familiar que tenham interesse no Programa, faz inscrições dos interessados, confere documentos e presta todo o auxílio aos produtores junto ao Governo Federal. Também, fica sob responsabilidade da Sederma a realização do transporte dos produtos do assentamento até o município.

A atribuição da Seas é receber os produtos ofertados, realizar a montagem das Cestas Verdes, como são chamadas e selecionar as famílias que serão contempladas com este benefício eventual. As equipes técnicas dos Cras (Centro de Referência de Assistência Social), selecionam as famílias considerando maior índice de vulnerabilidade social e alimentar, famílias que tenham idosos ou pessoas com comorbidades de saúde em sua composição, entre outros critérios previstos pela Normativa Operacional Básica do Sistema Único de Assistência Social.

Em 2023, em Sidrolândia, foram investidos R$ 299.125,71 (duzentos e noventa e nove mil, cento e vinte e cinco reais e setenta e um centavos), divididos em dois projetos, sendo um da Associação do Assentamento P.A Nazareth e outro da Associação da Comunidade Indígena 10 de Maio, contemplando 24 produtores e beneficiando 560 famílias com Cesta Verde em todos os Cras do município (São Bento, Jandaia e Cascatinha).

Já o Estado, recebe o recurso federal e fica incumbido de realizar o pagamento aos produtores habilitados. 


Fonte: Prefeitura Municipal de Sidrolândia


ULTIMAS NOTÍCIAS

• AO VIVO